terça-feira, 22 de outubro de 2013

Carta de um adepto aos Jogadores do Porto d'Ave


Depois de um arranque inicial com dois resultados negativos, a equipa deu uma resposta positiva na 3ª jornada em Celeirós, onde alcançou uma grande vitória que deu alento para sair dos lugares do fundo da tabela onde o nome do Porto d'Ave não deverá constar. Mas nove pontos quando já disputamos quatro partidas no nosso recinto, é uma proeza muito aquém das expectativas que esta equipa criou nos adeptos. Porém, tudo ficará diferente no próximo Sábado, se alcançarmos a vitória em Pevidém, em que ficaríamos com tantos pontos como os possíveis nos jogos realizados em casa.

Reconheço que tenho escassos conhecimentos no que a tácticas e estratégias de futebol diz respeito, mas arrisco a afirmar que na partida contra o Dumiense nem tudo que estava ao nosso alcance foi feito para que o desfecho fosse outro. Não se ganham jogos só com talento, é necessário também uma boa dose de determinação, e nesta partida não entramos em campo equipados com a vontade de vencer que se exigia e perdemos três pontos que eram obrigação nossa de conquistar, e quando assim é, a derrota pesa mais.

Agora podemos lamentar e apontar o dedo aos culpados, que somos todos nós, porque todos podemos e temos que fazer muito mais, ou aproveitar este momento para reflectir e aprender, e mudar o que não está a ser feito da melhor forma para que as vitórias estejam do nosso lado. Acreditamos na competência, na capacidade e na vontade de todos que vestem a camisola do Porto d'Ave, e sabemos que esta equipa pode alcançar resultados positivos porque tem gente capaz para fazer muito mais e melhor. Mas também tenho a certeza que os pontos só serão nossos se essa capacidade for demonstrada dentro das quatro linhas com uma grande entrega em cada momento do jogo.

Esta equipa tem argumentos para lutar pela vitória em qualquer recinto contra qualquer adversário, e certamente que Pevidém está longe de ser um nome que nos impeça de acreditar na conquista dos três pontos. Esta será uma grande oportunidade para iniciar um ciclo de vitórias necessárias para mudar o rosto, não apenas dentro das quatro linhas mas também da nossa bancada. Para isso, além de acreditar no potencial de cada um, esta equipa terá que remar sem parar enquanto a vitória não for uma certeza, e com a mesma atitude que acredito que vai ser demonstrada nesta partida, outras vitórias surgirão contra outros adversários que ainda temos para defrontar, onde há clubes que se folhearem o livros das memórias, poderão até ter nomes outrora mais sonantes e argumentar superioridade e favoritismo, mas meus amigos, nós é que somos o Porto d'Ave.

Há uma caminhada muito grande a percorrer até ao final desta temporada. Temos o 5º lugar da época passada a defender ou mesmo superar, e pode ser esta a equipa que colocará o nome do Porto d'Ave numa final da Taça da Associação de Futebol de Braga, um sonho por realizar em mais de três décadas de história desta instituição. Temos potentes argumentos para acreditar que, se remarmos todos juntos com uma inabalável vontade de chegar a bom porto, ainda vamos a tempo de escrever nesta época uma página memorável na história do Porto d'Ave. Eu acredito.

"Há várias medidas para medir a vontade humana. A mais exacta e a mais segura é a que se exprime por esta questão: de que esforço sois capazes?"

(James William)

"