domingo, 28 de fevereiro de 2010

Futsal Feminino


Derrota em Vermoim

A nossa equipa de Futsal Feminino deslocou-se a Vermoim para defrontar o segundo classificado do campeonato. Esta partida foi realizada num Pavilhão dotado de excelentes condições tanto para a prática de desporto como para o público que compareceu em grande número para assistir ao duelo que opunha as duas equipas que gozam da fama de praticar o melhor futsal do campeonato. A equipa da casa levava uma vantagem de oito pontos em relação ao Porto d’Ave e já nos tinha vencido na primeira volta no único dia em que as nossas jogadoras não conseguiram fazer o gosto ao pé e por isso partia para este jogo com o estatuto de favorito. Por sua vez, as jogadoras comandadas pela treinadora Ana Fernandes entraram mais uma vez no rectângulo de jogo determinadas a trazer os três pontos para casa, e jogaram taco-a-taco mesmo reconhecendo que essa tarefa não ia ser fácil.

O jogo começou com algumas cautelas por parte de ambas as equipas e o golo inaugural só surgiu a meio da primeira parte, com a equipa da casa a abrir o placar. A reacção do Porto d’Ave não se fez esperar e logo de seguida a Lúcia quase faz o empate. Ao minuto vinte, mais um remate com perigo que saiu novamente dos pés da nossa numero onze que obrigou a guardiã da casa a uma grande intervenção. As nossas jogadoras não aproveitaram as oportunidades que surgiram e o adversário mais eficaz aumenta a vantagem para dois golos em cima do intervalo.

Na segunda parte as nossas jogadoras voltaram a entrar em campo com a mesma atitude da primeira e a partida mantinha-se equilibrada. Ao décimo minuto surge um grande contra-tempo para a equipa do Porto d'Ave com a Bi a ter que abandonar a partida por lesão e logo de seguida o adversário fez o terceiro. A partir deste momento foram cometidos alguns erros que deram origem a que o adversário dilatasse ainda mais a vantagem.

As nossas jogadoras defrontaram este adversário com olhos nos olhos e mais uma vez demonstraram que são uma das melhores equipas deste campeonato, mas as mulheres de Vermoim aproveitaram melhor as oportunidades que surgiram e esse factor determinou o resultado final com a derrota do Porto d’Ave por uma margem exagerada face ao que se passou dentro das quatro linhas.Na equipa de arbitragem estava um dos responsáveis pelo nome do Porto d'Ave estar fora das meis-finais da taça, mas hoje tiveram uma prestação positiva contribuindo desta forma para a promoção da modalidade. Pode-se dizer com verdade que hoje no pavilhão de Vermoim estiveram três excelentes equipas em campo.

Uma nota para os adeptos do Vermoim. Fair-play foi a palavra de ordem e por isso está de parabéns esta instituição desportiva a quem a administração deste blog deseja os maiores êxitos desde que estes não colidam com os interesses do Porto d’Ave.

O próximo adversário é o Airão Santa Maria que na primeira volta nos colocou imensas dificuldades mas que acabamos por vencer numa noite chamada Topi. Vamos mais uma vez marcar presença no Pavilhão da Secundária e assistir ao regresso às vitórias da nossa equipa.



“não há humilhação nem desonra no reconhecimento da superioridade de um adversário”

Ángel Ganivet


Primeira Derrota Caseira


G. D. Porto d'Ave - 1

U. Torcatense - 2

O futebol praticado pelos homens comandados pelo Mister João Fernando tem feito eco naqueles que seguem o campeonato jornada após jornada, e o nosso adversário de hoje foi o vizinho Torcatense que ocupa um lugar no pódio da tabela. Com estes ingredientes nem o mau tempo afastou o público que preencheu grande parte da bancada do nosso Parque de Jogos para assistir aquele que é já considerado um “Clássico do Futebol Regional”.

A primeira oportunidade pertenceu aos visitantes, mas um charco na pequena área evitou que a bola ultrapassasse a linha da baliza. A partir deste momento começa a superioridade dos homens de Porto d’Ave que criaram várias situações de perigo para a baliza do guardião do Torcatense.

Aos dez minutos de jogo Zé Beto é rasteirado perto da grande-área e Paulinho na conversão do livre vê a bola a passar ao lado do poste.

Á passagem da meia hora, Vitinha faz uma excelente jogada pelo lado direito e cruza com perigo, mas um defesa desvia para canto. Passado um minuto o perigo volta a rondar a baliza do Torcatense num remate de longe de Zé Beto, com a bola a passar novamente a um palmo do poste. O Porto d’Ave não aproveitava as oportunidades, e o Torcatense na segunda vez que chegou perto de Clemente abre o placar num golo de cabeça após a cobrança dum livre junto á linha de cabeceira. Perante a desvantagem, os nossos jogadores reagem mas até ao intervalo não conseguiram alterar o resultado.

Na segunda parte os homens da casa partem ainda mais determinados na procura dum resultado positivo e à passagem do quarto de hora Vitinha faz um cruzamento pelo lado esquerdo e vê a bola bater no poste. Passados cinco minutos surgiu a maior oportunidade para igualar o marcador, numa bola que caiu nos pés de Zé Beto que em excelente posição para facturar atira às malhas laterais. De seguida Manaus também não dá o melhor seguimento à bola em mais uma excelente jogada atacante do Porto d’Ave. E tal como na primeira parte, a equipa do Torcatense volta a marcar contra a corrente do jogo e aumenta a vantagem para dois golos. Os nossos jogadores não desistiram de alterar o rumo dos acontecimentos mas apenas conseguiram reduzir para dois a um através de Victor.

Esta foi a primeira vez na presente época que experimentamos o amargo sabor da derrota no nosso recinto e foi indiscutivelmente um resultado injusto. O Porto d'Ave foi a melhor equipa em campo e os nossos jogadores não mereciam abandonar o recinto de jogo sem os três pontos.

O próximo adversário é o Martim. No jogo da primeira volta não conseguimos mais que o empate mas ficamos com a sensação de que a conquista dos três pontos estava ao nosso alcance, por isso no próximo Domingo vamos mais uma vez acompanhar a nossa equipa e subir mais um degrau na tabela classificativa..


sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Vamos Apoiar o Porto d'Ave


Seniores

G. D. Porto d’Ave *** U. Torcatense

Domingo, dia 28 de Fevereiro pelas 15,oo horas

--------------------------------------------------------------------


Futsal Feminino

F. C. Vermoim *** G. D. Porto d’Ave

Domingo, dia 28 de Fevereiro pelas 17,00 horas

-------------------------------------------------------------------

Juniores

Amigos Urgeses *** G. D. Porto d'Ave

Sábado, dia 27 de Fevereiro, pelas 15,00 horas



A administração do Blog disponibiliza este espaço para a divulgação de todos jogos da colectividade. Desde já agradecemos toda informação que nos façam chegar nesse sentido.

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Futsal Feminino
















G. D. Porto d'Ave - 5

S. Tiago de Faia - 0


A nossa equipa de Futsal Feminino deu mais um passo na excelente caminhada que vem percorrendo desde o início da época e volta a vencer para o campeonato, somando mais três pontos na tabela classificativa. Na recepção á equipa das Terras de Basto, as nossas jogadoras começaram a ameaçar a baliza desde o apito inicial e nos primeiros cinco minutos de jogo ambos os postes da baliza adversária já tinham sido visados pela Lúcia. De seguida foi a vez da Ângela tentar a sorte, mas a guardiã adversária negou-lhe o golo. As oportunidades não paravam de surgir, mas a bola teimava em não entrar, e só á passagem do quarto de hora é que as nossas jogadoras festejaram pela primeira vez num golo obtido pela Lúcia que tal como na jornada anterior abriu o placar. O segundo foi apontado pela Paula que enviou a bola para o fundo das redes quando faltavam cinco minutos para o intervalo.

Na segunda parte do jogo o Porto d’Ave obteve mais três golos. Ao quito minuto a Nádia aumenta a vantagem para três a zero. O quarto e o quinto foram apontados pela Ângela aos minutos dezassete e vinte e cinco. O hact-trick ainda este nos pés desta jogadora, mas a guardiã da casa impediu que a bola entrasse num livre de dez metros.

Foi uma grande exibição da nossa equipa e o resultado só não foi mais dilatado porque na baliza do adversário estava uma guardiã que por vezes parecia que tinha a baliza virada ao contrário.

Mais positivo ainda que a vitória foi assistir ao regresso da Inês, que apenas duas semanas após do susto que nos pregou quando saiu lesionada num jogo muito propício a estes tipo de situações, volta ao rectângulo de jogo para dar o contributo à equipa e foi de forma brilhante que o fez. É desta fibra que se faz um/a jogador/a do Porto d’Ave e a Inês mais uma vez provou que merece vestir esta honrada camisola. Obrigado Inês, é motivo de satisfação para qualquer Portodavense ver-te novamente de pedra-e-cal a defender as nossas e tuas cores.

Esta foi a décima sétima vitória para o campeonato, e por quinze vezes o adversário não conseguiu transpor a baliza que umas vezes é ocupada pela Rita, outras pela Melanie. Quando à capacidade de concretização da nossa equipa, até hoje apenas o próximo adversário conseguiu evitar a festa do golo das nossas jogadoras. Além disso foi também a única equipa que não precisou de forças colaterais para nos vencer esta época, mas as nossas jogadoras já demonstraram que tem valor para alcançar a vitória contra qualquer adversário em qualquer recinto. A conquista dos três pontos está ao nosso alcance, para isso é necessário não faltar o habitual apoio. Faço um apelo a todos adeptos do Porto d’Ave, no próximo Domingo todos os caminhos vão dar a Vermoim e do primeiro ao último minuto vamos gritar bem alto o grande nome do Porto d’Ave.

Injustiça e Não Só



Arões S. C. - 3
G. D. Porto d'Ave - 1


Na deslocação a Arões, um dos poucos campos pelados do nosso campeonato, o Porto d’Ave perdeu os primeiros pontos da segunda volta numa partida em que o resultado final não traduz o que se passou dentro das quatro linhas. Os nossos jogadores desde o apito inicial demonstraram que estavam ali para dar continuidade à onda de resultados positivos que durava desde a deslocação a Silvares e não mereciam regressar a casa sem os três pontos.

Os dois primeiros remates do jogo saíram ambos dos pés de Paulinho que ao quinto minuto num livre frontal obriga o guardião da casa a fazer a defesa da tarde e enviar a bola para canto. Ao minuto vinte volta a rematar mas desta vez a bola saiu por cima da barra. Passados cinco minutos Vitinha corre para a baliza, mas no momento do remate um defesa da casa faz um corte cirúrgico e desvia a bola para canto. À passagem da meia hora, novamente Vitinha com possibilidades de inaugurar o marcador mas o remate saiu fraco. Ao minuto trinta e dois a equipa da casa entra pela primeira vez na zona de perigo para a baliza de Clemente e o árbitro da partida assinala uma grande penalidade contra o Porto d’Ave que só ele viu. Na transformação deste lance inventado o Arões abre o placar no primeiro remate que fez na partida. Ao minuto quarenta, Vitinha de livre cruza para Manaus que de cabeça envia a bola por cima.

No regresso dos balneários volta a ser a equipa do Porto d’Ave a criar a primeira oportunidade, ao sexto minuto com Paulinho a cruzar mas a defesa da casa desvia para canto. Aos quinze minutos Manaus é agarrado na mesma área em que o árbitro assinalou o penalty que não existiu e faz vista grossa a este que não deixou dúvidas a ninguém. Passados três minutos Vitinha é rasteirado e o árbitro assinala prontamente falta, mas qual o seu espanto quando chega ao local e constata que foi em zona de grande penalidade. O mesmo Vitinha é chamado a converter e empata a partida. O Porto d’Ave era claramente a melhor equipa em campo e adivinhava-se a reviravolta, mas a inclinação do campo e dois erros defensivos ditaram o resultado final em três a um para o Arões. Até ao apito final o Porto d’Ave ainda criou várias situações para marcar, mas também a sorte não estava do nosso lado.

A equipa de arbitragem não estava à altura do desafio e teve uma actuação muito negativa com influência clara no resultado final. Há muitos anos que não assistia a um campeonato com tantos jogos a serem decididos pela actuação de quem tem apenas a função de gerir perante as regras de futebol em vez de outras que não faço a mínima ideia como funcionam.

O próximo adversário é o velho rival Torcatense. O Porto d’Ave apenas conheceu o amargo sabor da derrota por quatro vezes na presente época e este adversário foi o primeiro a conseguir tal proeza. Desta vez o jogo é no nosso recinto e só a vitória é um resultado positivo, mas para a conseguir é necessário o apoio dos adeptos que aliado à qualidade e excelente momento de forma que os nossos jogadores atravessam daremos mais um passo rumo aos lugares que correspondem ao valor da nossa equipa. Força Porto d’Ave.


sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Vamos Apoiar o Porto d'Ave

Seniores
Arões S. C. *** G. D. Porto d'Ave
Sábado, dia 20 de Fevereiro, pelas 15,00 horas
------------------------------------------------
Futsal Feminino
G. D. Porto d'Ave *** S. Tiago de Faia
Sábado, dia 20 de Fevereiro, pelas 18,30 horas


A administração do blog disponibiliza este espaço para a divulgação de todos jogos da colectividade. Desde já agradecemos toda informação que nos façam chegar nesse sentido.

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Futsal Feminino


Nun’Alvares - 0

G. D. Porto d’Ave – 5


Na deslocação a Fafe para defrontar a equipa Nun’Alvares, as nossas jogadoras arrancam uma vitória por cinco bolas sem resposta. O Porto d’Ave ameaçou o golo logo aos dois minutos, num remate forte da Bi que vê a bola a passar a menos de um palmo da baliza. De seguida foi a vez da Lúcia assustar a guardiã adversária, com a bola a passar novamente ao lado, mas passados dois minutos esta jogadora abre o placar numa jogada em que faz uma excelente recepção e (futebolisticamente falando) faz uma “cueca” à guardiã da casa que desta forma viu pela primeira vez a bola no fundo das redes. Ao minuto doze a Rita faz uma defesa no único remate com perigo da equipa da casa na primeira parte. Minuto vinte e quatro, a Paula faz um nó cego a uma adversária que fica no chão a tentar perceber o que lhe tinha acontecido, mas a guardiã evita o segundo do Porto d’Ave. Minuto vinte, a Paula na marcação dum canto assiste e a Lúcia que remata e volta a rematar para mais duas grandes intervenções da guardiã adversária. Mas o segundo ainda surgiu antes do intervalo com a Lúcia. a bisar. A nossa número onze não sabe jogar mal e hoje marcou dois golos que abriram a porta da goleada final. Ainda antes do regresso aos balneários a Jú remata forte num livre de doze metros, mas a bola saiu ao lado. Esta jogadora hoje não fez o gosto ao pé mas desenhou lances de "fino" recorte técnico que são muito importantes neste tipo de jogos.

Na segunda parte voltam a ser as nossas jogadoras à procura do golo e aos nove minutos a Paula não desperdiça uma grande penalidade e dilata a vantagem. Minuto vinte e três a Bí envia a bola ao poste e passado um minuto surge o quarto pela Ângela. Passados dois minutos a Bi faz o quinto para o Porto d'Ave. Aos vinte e oito, mais um livre de doze metros que não é aproveitado, desta vez pela Ângela que rematou forte, mas a guardiã da casa faz mais uma grande defesa e nos festejos, esta atleta que estava a realizar uma grande exibição resolve ir para o balneário mais cedo obrigando a equipa de arbitragem a mostrar o cartão vermelho. No período que faltava para terminar o jogo, o Porto d’Ave em superioridade numérica não conseguiu ampliar a vantagem, mas ainda vimos a Bí a enviar mais uma bola ao poste da baliza.

A nossa equipa de Futsal Feminino está a realizar uma época que é motivo de orgulho para todos Portodavenses, e hoje regressou às vitórias com mais uma grande exibição e novamente acabou uma partida sem que o adversário fizesse a festa do golo. Desta forma o nome do Porto d'Ave continua a ocupar um dos lugares do pódio. Obrigado equipa, porque estão a engrandecer o nome do Porto d'Ave.

Terceira Vitória Consecutiva


G. D. Poro d'Ave - 8

Cabeceirense - 0


Nove pontos em três jogos foi quanto o Porto d’Ave somou na segunda volta do campeonato. A vitória de hoje foi contra um adversário teoricamente fácil, uma vez que se trata do último classificado e ainda não conseguiu vencer nenhum jogo esta época. Apesar disso os nossos jogadores não facilitaram, porque as surpresas no futebol estão sempre a acontecer e desde o apito inicial que remaram para alcançar a vitória.

O golo inaugural saiu dos pés de Vitinha quando decorria o quarto minuto, numa grande jogada individual dentro da área em que tira vários adversários do caminho antes de enviar a bola para o fundo da baliza. À passagem do quarto de hora foi a vez de Manaus facturar pela primeira vez na primeira parte, voltando a fazer o gosto ao pé em cima do intervalo. Também Victor bisou na primeira parte, aos minutos dezoito e vinte. Ao minuto trinta e oito Paulinho apontava o quinto para o Porto d’Ave com um golo de canto directo.

No regresso dos balneários os nossos jogadores não deixaram de procurar o golo que volta a surgir aos oito minutos através do recém entrado Bruno que remata de longe e faz o melhor golo da tarde. Aos quinze minutos Victor de cabeça volta a dar o melhor seguimento á bola novamente num cruzamento de Manaus que já o tinha assistido quando fez o segundo da conta pessoal. A partir deste golo as oportunidades para ampliar a vantagem continuaram a surgir mas o placar manteve-se inalterado até ao apito final.

Os nossos jogadores respeitaram o adversário e conseguiram uma importante vitória. Note-se que nas duas últimas jornadas o Cabeceirense sofreu duas derrotas ambas pela margem mínima sendo que uma foi contra o terceiro classisficado. Importa destacar o nosso lateral esquerdo Paulinho, que marca pela quarta vez consecutiva e também Victor esteve em grande ao fazer hact-trick.

O trabalho realizado pelo trio de arbitragem foi positivo e um terço desta equipa contribuiu para que se diga com verdade que futebol é um desporto muito bonito.

O próximo jogo é em Arões. Adivinha-se um jogo difícil, mas ainda na época passada arrancamos uma importante vitória neste recinto. Vamos mais uma vez acompanhar a nossa equipa em mais esta deslocação.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Vamos Apoiar o Porto d'Ave


Seniores
G. D. Porto d'Ave *** Cabeceirense
Sábado, dia 13 de Fevereiro, pelas 15,00 horas
------------------------------------------------------

Futsal Feminino
Nun'Álvares *** G. D. Porto d'Ave
Sábado, dia 13 de Fevereiro, pelas 19,00 horas
------------------------------------------------------

Juniores
Pevidem *** G. D. Porto d'Ave
Sábado, dia 13 de Fevereiro, pelas 15,00 horas
----------------------------------------------------------------------------

Juvenis
G. D. Porto d'Ave *** Ginásio da Sé
Sábado, dia 13 de Fevereiro, pelas 17,30 horas
-----------------------------------------------------------------------------

Iniciados
G. D. Porto d'Ave *** Sandinenses

Domingo, dia 14 de Fevereiro, pelas 10,00 horas
----------------------------------------------------------------------------

Infantis
---------------------------------------------------------------------------

Escolinhas
---------------------------------------------------------------------------

A administração do blog disponibiliza este espaço para divulgar todos os jogos da colectividade. Desde já agradecemos toda a informação que nos façam chegar nesse sentido.





domingo, 7 de fevereiro de 2010

Segunda Vitória Consecutiva


G. D. Porto d'Ave - 3
A. D. da Pica - 1

O Porto d’Ave volta a vencer para o campeonato. Desta vez a proeza foi alcançada contra um adversário que está claramente a mais no futebol, uma vez que se trata de um clube gerido por gente com mentalidade retrógrada camuflada por um novo-riquismo que não acrescenta nada de positivo ao desporto. Mais uma vez este adversário entrou em campo com catorze jogadores, situação que não é nova nem causou espanto a ninguém. Temos conhecimento de um episódio na vida deste clube em que o seu presidente, um homem sem um palmo de cultura nem educação, ter acusado os seus jogadores de falta de ambição, acrescentando que ele próprio tinha conseguido mais pontos com o telemóvel do que toda a equipa a correr dentro do campo. Também não deixei de achar estranho que este sujeito se sentasse no banco de suplentes depois da comunicação social distrital o ter achincalhado durante a semana a propósito do seu castigo (suspensão por noventa dias e uma avultada multa).

O Porto d’Ave é claramente uma equipa superior á do Pica e desde cedo começou a construir a vitória, através de Victor que aos dez minutos inaugurou o marcador. Aos vinte e dois minutos, uma excelente jogada iniciada por Manaus pelo lado direito, faz uma tabela na grandeárea mas envia a bola ás redes laterais. Aos vinte e cinco o Pica chegou pela primeira vez perto da nossa baliza, mas Pedrinho faz um corte cirúrgico e envia a bola para canto. Este lateral direito fez uma partida de grande nível. Aos trinta e seis, uma jogada de contra ataque pelo lado direito podia dar o segundo do Porto d’Ave, mas Manaus remata para defesa fácil do guardião do Pica. Ao minuto trinta e sete o árbitro da partida assinala um penalty a favor do Pica e surge o golo do empate. Mas o a vantagem para o Porto d'Ave ainda surgiu antes do intervalo, num livre directo apontado por Paulinho que volta a fazer um grande golo. São já três partidas consecutivas que este jogador faz o gosto ao pé.

Na segunda parte a inclinação do campo era ainda mais evidente, mas os nossos jogadores iam dando conta do recado, e a menos de dez minutos do apito final, Vitinha faz uma grande jogada pela linha de cabeceira e arruma com as aspirações dos catorze homens do Pica. Até ao final do jogo ainda assistimos a uma grande penalidade que ficou por marcar sobre o autor do terceiro tento.

Este adversário encontrava-se a apenas dois pontos de nós, e por isso o público não deixou de marcar presença embora com uma postura pouco incentivadora aos nossos jogadores. Os adeptos do Porto d’Ave já conheceram dias melhores e estão claramente em baixo de forma. O apoio da bancada é importante e temos que melhorar neste ponto.

Esta foi uma vitória muito importante e coloca-nos numa posição mais confortável, embora ainda muito distante do valor da nossa equipa que seria inteiramente justo ocupar um dos lugares do pódio da tabela. Na próxima jornada recebemos o último classificado, o Cabeceirense. Este jogo será realizado Sábado, dia treze pelas quinze horas. Vamos mais uma vez comparecer no nosso parque de Jogos para apoiar a nossa equipa.


Futsal Feminino


Um esquema maquiavélico engendrado pelo nosso adversário ditou que o jogo não se realizasse à hora prevista, mantendo-se essa informação ocultada à nossa equipa até onde foi possível. Apesar desta desvantagem, as nossas jogadoras entraram no recinto de jogo com uma postura muito responsável e dominaram durante toda a primeira parte, inaugurando o marcador através da Jú, e com o adversário rendido á estratégia elaborada pela treinadora Ana ainda assistimos a uma grande oportunidade para fazer o segundo, mas o poste da baliza impediu que a bola entrasse. No entanto sabíamos a conquista de um resultado positivo era uma missão quase impossível, porque este nosso adversário goza de alguns direitos e liberdades inacessíveis a clubes que não abdicam da verticalidade, e esse é o único factor que poderia provocar um resultado negativo para a nossa equipa, como aconteceu na primeira volta em que também estava encomendada a nossa derrota que injustamente veio a acontecer.

Aliado a este factor, as jogadoras que defrontamos hoje demonstraram não saber o que é ética desportiva, e usaram e abusaram dessas liberdades com uma forma violenta e agressiva, que era a única forma de travar o banho de bola que estavam a receber. Resultado final, lesão da nossa guardiã Rita e da Inês e derrota do Porto d’Ave.

Sabemos também que não estamos sozinhos neste barco, pois outro candidato ao título conheceu a única derrota no campeonato contra este adversário com um golo que ninguém viu, uma vez que a bola não entrou na baliza. Estes inegáveis factos ajudam em parte a perceber porque é que algumas equipas mesmo com resultados positivos não tem adeptos. É que a Póvoa de Lanhoso é uma terra de gente boa que não se sente identificada com esta forma de alcançar os objectivos.



“Vale mais fracassar com honra do que triunfar graças a uma fraude”

Sófocles


sábado, 6 de fevereiro de 2010

Última Hora

Futsal Feminino

O jogo contra o Maria da Fonte realiza-se hoje, Sábado pelas 20.00 horas.

Vamos todos apoiar o Porto d'Ave

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

----------Vamos Apoiar o Porto d'Ave--------


Seniores

G. D. Porto d’Ave *** A. D. da Pica

Domingo, 7 de Fevereiro, pelas 15,00 horas

-------------------------------------------------------------

Futsal Feminino

G. D. Porto d’Ave *** S. C. Maria da Fonte

Sábado, 6 de Fevereiro, pelas 18,30 horas

-------------------------------------------------------------

Juvenis

Gualtar *** G. D. Porto d’Ave

Sábado, 6 de Fevereiro, pelas 15,00 horas

-------------------------------------------------------------


Acreditar não constitui mais do que o segundo poder; querer é o primeiro. As montanhas proverbiais que a fé move não são nada ao lado daquilo que a vontade é capaz”

Victor Hugo